segunda-feira, 22 de março de 2010

POEMA 12

SONINHO

Acredita...sinto-me tão sozinho,
De cada vez que tens soninho,
De cada vez que eu não tenho...

Apenas permaneço sempre acordado
Porque estou sempre ao teu lado
Porque cá estás quando cá venho...

Mesmo quando o sono me consome
De ti ando sempre cheio de fome
Algum que eu tenha tu me tiras

Quero estar contigo cada momento
E o soninho não será impedimento
Os estados mentais são mentiras

(5/3/2005)

1 comentário:

  1. Gostei muito da foto. Caracteriza bem o poema, o soninho lol. =)

    ResponderEliminar